Brincar é a melhor aula!

           Crianças precisam brincar e nisso todos concordamos! Mas, por que é tão importante assim? É mais importante que aprender? As crianças brincam só porque a vida deles é livre de preocupações e por isso estão sempre se divertindo? NÃÃÃO!
           Brincar é importante durante toda a infância por ser a forma mais natural de aprender e se desenvolver. Então, enquanto brincam, as crianças testam hipóteses, criam e testam regras, exercitam sua criatividade, colocam o lado sócioemocional para trabalhar e ainda aprimoram sua capacidade de se movimentar, a tal da coordenação motora, além do uso da linguagem. Pois é, tudo isso é aprendido em qualquer tipo de brincadeira, sendo ela longa ou curtinha, livre ou direcionada. Ainda, durante as brincadeiras os pequenos podem colocar conceitos em prática e aprender mais alguns através da interação e da experimentação.
           As brincadeiras livres, onde adultos não influenciam sobre qual é o tema a ser brincado ou como, estimulam a criatividade e a tomada de decisão, pois as crianças prestes a brincar precisam, por si próprias, escolher o que querem brincar. No caso de escolherem a imitação, brincando de casinha, de escolinha ou qualquer outra atuação de situações de vida real, a criança está mostrando sua interpretação das situações encenadas e testando novas possibilidades, aprendendo a lidar com eventos da vida real e suas possíveis reviravoltas (todos nós já vimos uma criança ficar brava com a outra por não ter falado o que ela desejava naquele diálogo!). Em torno dos 5 anos, os jogos com regra tornam-se comuns, e a gama de habilidades exercitadas também aumenta. Além da resolução de problemas e tomada de decisão, os participantes precisam discutir as regras que serão justas para o grupo e entendem a necessidade de seguir regras, ou correm o risco de serem expulsos da brincadeira!
           Ufa! E brincar parece tão fácil! Para eles, é mesmo, mas vai se tornando cada vez mais complexo na medida em que vão dominando seus desafios e partindo para outros mais elaborados. Finalmente, eles aprendem a viver em harmonia dentro de um grupo, coisa que os adultos sabem fazer, mas nunca se lembram como aprenderam. Por que será?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s