É brincando que se aprende!

A criança não começa a ler na escola. Ela já lê o mundo tentando interpretar aquilo que vê e/ou o que ouve, formulando hipóteses. Vale lembrar aqui, da famosa fase do “Por que…”. Diante de algo que lhe desperta a curiosidade demonstra interesse em saber mais.

À escola, cabe propiciar a essa criança condições e recursos para que possa avançar cada vez mais nos seus níveis de conceituação e de construção da leitura e, consequentemente da escrita, mantendo um ambiente alfabetizador, um espaço no qual a criança elabora a construção de seu próprio conhecimento.

No IK, o aluno já “lê”. Participa de práticas de leitura com textos que conhecem de memória (parlendas e trechos de histórias compartilhadas).

Com o texto na mão, sabendo de cor, descobre que precisa ajustar aquilo que fala àquilo que está escrito, e, nessa tentativa, acaba por analisar o texto e buscar relações entre as letras e os sons. Esses textos, além de propiciar ótimas situações de reflexão sobre o sistema de escrita são próprios das brincadeiras de infância, são divertidos e têm um forte componente lúdico permitindo ao aluno aprender brincando.

Vejam como isso acontece na sala de aula:

20170817_131907

Até logo! T. Cacá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s