W-Sitting

Sentar em “W” refere-se à postura assumida pelas crianças quando se sentam no chão com as pernas posicionadas no formato de um “W”, sendo esta uma das várias posições que a criança pode assumir enquanto brinca. Em relação a isso, a alternância entre as posições que a criança senta é muito benéfica e estimula a descoberta dos limites de corpo. No entanto, se assumido com frequência, este hábito postural pode gerar alterações ortopédicas, no desenvolvimento ósseo e no desenvolvimento motor.

1

Alterações Ortopédicas:

Quando sentada em “W”, os quadris encontram-se no limite da rotação interna, predispondo a criança a problemas ortopédicos futuros. Nesta posição anormal, o risco de luxação do quadril é preocupante. Esta posição também favorece a instalação de encurtamentos e contraturas musculares.

2

Desenvolvimento Ósseo:

O sentar em “W” também pode afetar o desenvolvimento ósseo, favorecendo a anteversão da cabeça do fêmur e a rotação interna da tíbia.

w_sitting__large

Desenvolvimento Motor:

Na postura em “W”, a criança experimenta um grande aumento da base de sustentação quando comparada com outras posturas sentadas, isso lhe garante maior estabilidade e menor necessidade de ajustes posturais. Quando sentada em “W”, o centro de gravidade dificilmente ultrapassará a sua base de sustentação (a área ocupada pelo “W”), desta forma, os músculos do tronco terão pouco trabalho para manter o equilíbrio. Obviamente equilíbrio e estabilidade são coisas boas, mas, a instabilidade também é essencial para desenvolver reações posturais e a força nos músculos do tronco. O problema é que o “W” é tão estável que não permite à criança exercitar seu equilíbrio, também limita as rotações de tronco e as transferências de peso laterais como aquelas que realizamos para alcançar um objeto. Como resultado, ocorre um atraso nas aquisições de controle de tronco e equilíbrio devido ao não uso. Além disso, pela falta de transferências laterais e da capacidade de cruzar a linha média (levar a mão esquerda a alcançar um objeto no lado direito do corpo), a criança tende a usar a mão direita no lado direito do corpo e a mão esquerda no lado esquerdo do corpo, afetando o desenvolvimento da dominação manual.

A maioria das crianças adquire a posição em “W” por curtos períodos de tempo, alternando naturalmente para outras posições. A forma mais fácil de prevenir complicações é evitar desde o início que se torne um hábito. Elas devem ser estimuladas a mudar a posição e chamadas à atenção para corrigirem a postura sempre que a posição em “W” for a preferencial. Se você perceber freqüência na postura em “W”, basta ajudá-la a modificar a posição com suas próprias mãos, guiando-a, por exemplo, para outra postura e conversando com ela, explicando que ela precisa endireitar as perninhas pra não se machucar.

3

Vamos ficar atentos para evitar complicações futuras para nossos pequenos!

Se você quer saber mais sobre como garantir os desenvolvimento saudável das crianças, clique aqui.

Kisses and see you soon! ❤

Aline

Autor: MollerAline

Olá! Depois de 3 estágios, 2 anos de jornalismo e 1 oficina de planejamento de carreira entendi que o meu lugar não era no mundo corporativo e que amar escrever não bastava para ser jornalista. A oficina, os vários testes e a minha paixão inexplicável por crianças me ajudaram a tomar coragem para largar tudo e partir para a área de educação. Em outubro de 2013 tive a sorte de entrar para a equipe da Maple Bear Jaguaré, e estou cursando Pedagogia, no ISE Vera Cruz.

80 pensamentos

  1. Se a maioria das crianças sentam assim para brincar, significa que a NATUREZA QUE É SÁBIA manda sentar assim. Já está no DNA.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Sempre preocupei c meus pequenos!Mas só minha neta,estou sempre corrigindo .A pediatra de meus filhos já havia me alertado!

    Curtir

  3. Meu Filho sentava assim. Teve problemas com joelho e quadril. Mas Graças aDeus ainda deu tempo de corrigir. Usou bota Ortopédica dos 2 anos até os 5 anos.

    Curtir

  4. Infelizmente ainda existe muitos mitos terapêuticos em relação a vários temas ortopediátricos (botas “ortopédicas”, twisters, técnicas de “manipulação” de fisioterapia, etc). E quando a melhora espontânea ocorre, dá-se o crédito ao dispositivo ou técnica aplicada. Existe um dano financeiro desnecessário (são dispositivos caros e técnicas que demandam tempo para a família, e tempo é dinheiro), e tudo sem comprovação científica de nível confiança importante.

    Curtir

  5. minha neta sempre sentou assim ate hoje com doze anos ,mas ela tem os pes virado pros lados quando esta em pe sera que e por isso ?

    Curtir

  6. Tenho 23 anos e ainda hoje me sento assim, ao andar dobro ligeiramente os joelhos para dentro, não sei se por consequência disso ou não…

    Curtir

  7. Em relação a sua neta, ela pode estar apresentando um outro componente rotacional inverso na tíbia (torção lateral das tíbias) haja visto que apesar dos quadris estarem voltados pra dentro as tíbias estão forçadas em rotação lateral (para fora), tendo como consequência paradoxal dos pés para fora.

    Curtir

  8. Quando pequena além de, sentar
    assim, eu engatinhei nesta posição, tenho 37 anos e nenhum problema com fémur, coluna…

    Curtir

  9. Paulo Gonçalves, professor de Teatro na Escola Maplebear jaguaré.

    O Sentar em W não é por si só um gerador de problemas na estrutura corpórea da criança. Este sentar não esta errado, mas devemos prestar atenção quando uma criança tem sempre o mesmo padrão de se sentar, pois isso sim, pode gerar roblemas. Devemos perceber que o melhor para saúde do corpo (em termos de estrutura óssea, articulações e seus encaixes) é o movimento. A mudança das posições de sentar, andar, engatinhar fortalece toda a musculatura, balanceando a força e o peso por todo o corpo, o que trará, no futuro, uma melhor qualidade de corpo e movimento à essas crianças. Se filho/filha tem a tendencia a sentar em W, vale a pena incentiva-lo a sentar de outra forma, e o oposto é valido tambem! Qualquer dúvida, estou a disposição!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s