O prazer de ser pai

Não existe alegria maior do que ser pai ou mãe, poder abraçar seus filhos, ver seus primeiros passos, escutar suas primeiras palavras, enfurecer por suas milhares de travessuras… Não existe desejo maior do que querer o bem para sua criança, escutar sua risada ver seu sorriso…

Por conta disso, gostaria fazer uma pequena homenagem para vocês, pais.

Poema Enjoadinho

“Filhos…  Filhos?

IMG_20140312_095648

Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-lo?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como os queremos!
Banho de mar
Diz que é um porrete…
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaço
Que a esposa fica!
Resultado: filho.
E então começa
A aporrinhação:

IMG_20140312_112058

Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.
Filhos?  Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos
Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los…
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos

IMG_20140311_104020

Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem shampoo
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!”

Moraes, Vinícius; 1960; Antologia Poética. Companhia das Letras.

 

Nenhum pensamento

  1. Assino e recomendo a unidade Jaguaré como referência no cuidado com nossos pequenos !
    Renato Ribeiro pai da A.L.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s