Mais Sobre a Educação Canadense

Gisela

Nossa querida amiga e mestra Gisela Wajskop, está em Toronto, Canadá, e manda noticias da educação por lá!

Queridos amigos,
Hoje participei de um Seminário sobre as Reformas Educacionais para o período 2013-2017 no Toronto District School Board com a Director, ou seja, a Secretária da Educação de Toronto. Bem, para além dos detalhes da própria reforma, alguns já entendi, outros preciso estudar mais e checar com a vida real das escolas, impressionou-me algumas coisas:
1. Donna Quann, a secretária, ela mesma ex pesquisadora do OISE, sentou-se na mesa ao lado da pesquisadora que a convidou para o evento e fez uma apresentação concisa, baseada em dados e análises, não como uma política, mas como uma educadora;
2. Os dados referem-se aos GAPs relativos as aprendizagens estudantis em relação a gênero, localização de moradia, origem populacional, letramento, meios de transporte utilizados para ir a escola, etc.;
3. Até aí, tudo andando bem… aí ficamos esperando um discurso baseado em accountability, rankings, etc… E, surprise! A grande aposta dessa secretária, que fala na primeira pessoa baseando-se em pesquisas e nas necessidades das crianças e de suas famílias afirma que o grande desafio é uma Administração que controle as ansiedades da rede, que dê tempo para uma formação intensa do Staff pois é baseada no que denomina Healthy Schools – Healthy Relationships. Isso significa, e foi ilustrado com um lindo depoimento sobre sua própria história pessoal como imigrante na década de 70, que a escola só vai impactar nos GAPs de aprendizagem se investir no Protagonismo, Auto-imagem e auto-confiança dos estudantes e suas famílias por meio de programas diversos que incidam sobre a saúde mental dos estudantes.
4. Daí investir em Centros de Alfabetização Familiares, apoio aos estudantes por meio de formação mais intensa dos Couselors e… atividades de ensino e aprendizagem para a construção de skills para esse protagonismo e esse desenvolvimento da Saúde Mental. Parece tudo GloGloGlo… mas hoje tive um exemplo da reforma aqui em casa: Marcelo está ha apenas uma semana no High School e já discutiu questões de justiça associadas a temas juvenis e hoje a tarde, pasmem, teve uma atividade de Simulação de Juri sobre essas questões, em um Tribunal de Verdade, vestindo Toga e tudo!
5. Como a questão está associada a formação da personalidade, grande somas estão sendo investidas na ampliação da Jornada dos Kindergarten. Pois bem, na contramão do que acontece no Brasil, as instituições de educação infantil, a partir de setembro serão TODAS em período integral! Se a questão é saúde mental, segundo Donna Quann, quanto mais cedo intervirmos, melhor!
O que mais se escuta por aqui é uma crítica ferrada de processos associados aos rankings tipo Pisa – e olhem que o Canadá é o 10o no ranking! Hoje ouvi um depoimento de uma chinesa dizendo que ela aprendeu a decorar os resultados do PISA na sua escolaridade fundamental!
Talvez tudo isso seja possível pois o que mais se produz por aqui é reflexão e investigação didática associada aos contextos da diversidade cultural, social, individual…Será que um dia teremos algo parecido?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s